Abertura

Há mais de trinta anos, atuo como mestre de cerimô-nias em solenidades de formaturas e corporativas. Ao editar este blog, meu objetivo é contar um pouco do que tenho observado ao longo desse tempo, principal-mente com relação ao mercado de formatura. Também pretendo tratar aqui de roteiro, cerimonial e outros assuntos ligados a eventos de forma geral.

Começo prestando homenagem a várias pessoas que fazem parte da minha história no ramo de formaturas.

Para começar, José Luiz Spínola. Por mais de duas décadas, o nome Spínola foi sinônimo de formaturas em todo o Brasil. Chegou a ter escritórios regionais no Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Recife. Anualmente, investia, e muito, em modelagem de convites. O que se vê hoje rodando pelas empresas de formatura tem sua origem na Spínola. Aliás, não só os convites atuais são inspirados em seu trabalho. Até a maneira de organizar os eventos ainda tem muito daquilo que sua equipe produziu.

Ao se ouvir os passos de José Luiz, firmes e fortes, nos corredores do prédio instalado na Rua José Bento, 116, no Cambuci, em São Paulo, onde hoje está a Cartoon Formaturas, os funcionários tremiam. Depois da morte de Evani, sua esposa, outra figura a quem devo muito, vendeu a empresa. Quem a comprou não soube tocar em frente e a Spínola fechou. “Zezão” faleceu neste ano, no início de março.

Na Spínola, aprendi muito. Entrei ali como técnico em artes gráficas. Mesmo trabalhando na produção dos convites, acabei me interessando pelos eventos. Como estudava jornalismo, pedi a Nelson Siliprandi, gerente de Vendas de São Paulo, que me deixasse apresentar uma formatura pequena. Ele não só deixou como conseguiu, com José Carlos Cicarelli – um dos principais e melhores mestres de cerimônias da época –, um roteiro. A esses, também minha homenagem e agradecimento.

Teria muito mais gente para citar aqui, mas, para encerrar, não posso deixar de lembrar de Erséa. Com essa moça, aprendi muito em relação a cerimoniais. Mesmo acometida de um mal que lhe tirou paulatinamente a visão, coordenava como ninguém os eventos de formatura no Anhembi, onde, na década de 1990, realizavam-se as grandes cerimônias de colação de grau. Hoje, ainda é funcionária do Anhembi, porém não está mais na área de formaturas. Não há, e nunca haverá, outra Erséa para o seu lugar.

Amorim Leite

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Abertura

  1. Amorim disse:

    Homenagem mais que merecida feita à ERSÉA. Esse tipo de atitude por parte de clientes mostra toda a dedicação e todo o profissionalismo sempre desempenhados pela nossa Erséa. Continue sempre assim, mostrando que bons profissionais permanecem no mercado, sendo reconhecidos, quando fazem o que gostam!
    Kátia Matozo
    São Paulo Turismo/Anhembi Parque

  2. amorimleite disse:

    A Erséa foi professora de muita gente, incluindo eu mesmo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s