Como usar corretamente a beca?

Algumas regras se têm perdido no tempo. Como usar corretamente a beca durante as cerimônias de colação de grau sem se embaralhar com os detalhes? De acordo com especialistas em cerimonial, a beca dos formandos do curso de graduação não deve ter faixa, ou, se ela for necessária, que seja preta. As faixas coloridas devem ficar reservadas ao corpo docente – aos que já têm título ou defenderam tese – e, nesse caso, têm, aproximadamente, 13 cm de largura e são da cor correspondente à profissão, como a pedra dos anéis de formatura.

Do mesmo modo, a borla (chapéu do qual pendem fios de seda, lã ouro ou prata) e a sobrecapa (também conhecida como capelo) não podem ser usadas pelos formandos. Elas simbolizam o título acadêmico já adquirido.

Há de se ficar atento quando aqui quanto ao significado da palavra capelo. Uns empregam o termo como sinônimo de sobrecapa, outros para definir o “chapéu” usado pelos formandos na colação de grau. Especialistas como Nelson Speers empregam o termo apenas como sinônimo de sobrecapa, enquanto o Novo dicionário da língua portuguesa aplica o verbete também como chapéu (capuz).

Sobre o “chapéu” – vamos chamar assim aqui, para evitar confusão –, ainda é necessário esclarecer outro ponto. Acontece muitas vezes de o formando ir receber o grau do diretor da faculdade (ou de seu representante) com a cabeça coberta. Quando a borla lhe é colocada, fica um chapéu sobre o outro. Para evitar essa gafe, o formando deve prender o chapéu no braço esquerdo na hora de se dirigir ao diretor. Por outro lado, pode-se combinar com a direção uma forma diferente de conferir o grau.

Em se tratando de moda, como se sabe, nenhum estilo é eterno. Ou melhor, quase nenhum. A beca tem cerca de nove séculos de existência. É uma eternidade! Porém, esse tradicionalismo até pode ser deixado de lado. Hoje, alguns formandos já preferem vestir-se de outra forma nas colações de grau. Assim como o smoking substituiu a casaca por volta de 1914 e o jeans tomou o lugar do terno e da gravada por ocasião da Segunda Grande Guerra, a beca, em breve, também poderá ser substituída pela calça e saia sociais.

É caretice usar roupa tão antiga? Talvez alguns jovens acreditem nisso e fiquem divididos entre a tradição e a inovação. Um dos motivos que concorrem para isso é a falta de funcionalismo que a beca tem nos dias de hoje. Em um país tropical como o Brasil, por exemplo, ela é muito quente e pouco prática.

O futuro da beca pode estar também na americanização. Nos Estados Unidos, usa-se simplesmente uma capa por cima do terno ou vestido. Contudo, não se deve esquecer, a pompa da solenidade de colação de grau deve ser mantida. Destacando-se os que se formam, estimulam-se os que ainda estão no meio do caminho.

Amorim Leite

About these ads
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s